Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos da Sociedade Brasileira de Hipnose.

Sim, eu aceito receber os conteúdos da SBH e compreendo que posso me descadastrar a qualquer momento.

Evidências Científicas da Hipnose no Tratamento da Depressão Pós-Parto

A Hipnose possui várias aplicações para ajudar as pessoas a alcançarem seus objetivos. Se você acompanha nossos conteúdos, já sabe que a hipnose é capaz de ajudar em problemas como ansiedade, vícios e alívio de enjoo na gravidez. Em relação a depressão a hipnose também pode ser um auxílio necessário para solucionar esse problema, mas e a depressão pós-parto?

Segundo a Universidade Federal do Amazonas, 26,3% das mulheres no Brasil, já sofrem com esse transtorno. Será que existem evidências científicas sobre como a hipnose pode auxiliar na solução da DPP? Leia para saber mais!

Evidência que a hipnose pode reduzir a ansiedade

De acordo com National Library of Medicine, há um estudo conhecido como “The Effectiveness of Hypnosis Intervention in Alleviating Postpartum Psychological Symptoms”, em que um numero de 28 mulheres gestantes participaram de um grupo controlado, na qual recebiam rotineiramente cuidados pré-natais. Dessas 28 mulheres, 16 receberam a hipnose nesses cuidados e as restantes não.

Após duas semanas, as mulheres fizeram testes conhecidos como, The Depression Anxiety Stress Scale-21 (DASS-21) usado para encontrar diagnósticos psicológicos, e o teste Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS), que foi usado para encontrar sintomas de depressão pós-parto. Os resultados mostram que as mulheres que receberam os cuidados pela hipnose tiveram níveis menores de ansiedade.

Mesmo que a diferença entre os testes de sintomas de depressão pós-parto, não fossem significantes, a chance das mulheres que receberam tratamento com a hipnose de desenvolverem uma DPP, foi reduzida. A conclusão do estudo mostra que a hipnose pode promover um fortalecimento psicológico para lidar com a experiência do pós-parto.

Evidência que a hipnose pode ser usada como tratamento

De acordo com um caso publicado pela American Journal of Clinical Hypnosis, a hipnose como meio clínico para tratamento da depressão pós-parto foi bem sucedido. Uma mulher de 27 anos, estava grávida de 5 meses de gêmeos e era resistente aos tratamentos psico farmacêuticos para depressão.

Apesar da mulher ter acompanhamento com seu parceiro, ela vinha apresentando uma tentativa de quase cinco anos para engravidar e terem seus primeiros filhos, e quando era conversado sobre a possibilidade dela perder as crianças, já iniciava a apresentação dos sintomas para depressão pos-parto. Cinco dias depois que os bebês nasceram, os sintomas aparecem mais intensamente. Ela sentia tristeza, momentos de choro incontrolável, se sentia culpada, sem esperança e solução, chegando ao ponto de negar abraçar ou ficar perto dos seus filhos.

Após ela concordar a participar de um tratamento com a hipnose, ela foi induzida a um estado mental em que ela pode se sentir segura e confiante consigo mesma, explorar as memórias do passado que tinham relação estresses causados pelos filhos e receber mais facilmente sugestões para estar aberta a criar respostas alternativas aos problemas.

Por causa disso, a mãe passou a entender os estresses causados pelo choro da criança e passou a querer passar mais tempo com ela, abraçá-la e criar laços. Depois de outras sessões terapêuticas com a hipnose, a paciente conseguiu lidar com seus pensamentos de culpa e desesperança.

Evidência que a hipnose causa uma experiência positiva no trabalho de parto e no pós-parto

O estudo “The Effectiveness of Hypnosis Intervention for Labor: An Experimental Study”, publicado na National Library of Medicine, demonstra que a hipnose está sendo útil para ajudar a melhorar a experiência dentro do trabalho de parto e nos períodos pós-parto. Neste estudo, um grupo de mulheres participam de um tratamento com hipnose, sendo ao todo 23 mulheres. Enquanto o outro grupo que não recebe tratamentos com a hipnose, são ao todo 22.

Os dados do estudo mostram que as mulheres que receberam ajuda pela hipnose no trabalho de parto, tiveram uma dosagem menor de anestésicos, mas mesmo experimentando dores maiores, todos os partos foram normais e sem complicações sintomáticas para geração da depressão pós-parto.

Portanto, de acordo com esses estudos, podemos ver que a hipnose tem viabilidade científica para ser usada como tratamento da depressão pós-parto e dos seus sintomas. Os resultados podem ser imediatos com a aplicação rotineira por um profissional capacitado e preparado com métodos mais modernos e atualizados cientificamente. 

Para mais evidências sobre os efeitos da hipnose na gravidez, acesso o nosso e-book gratuito sobre HypnoPregancy & ChildBirth.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Mais conteúdos interessantes

Novidades

Mais acessados

Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos da Sociedade Brasileira de Hipnose.

Sim, eu aceito receber os conteúdos da SBH e compreendo que posso me descadastrar a qualquer momento.