Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos da Sociedade Brasileira de Hipnose.

Sim, eu aceito receber os conteúdos da SBH e compreendo que posso me descadastrar a qualquer momento.

Auto-hipnose para manejo da dor

A dor é uma sinalização para demonstrar que possui algo errado com o corpo. Algumas dores precisam até de ajuda médica e tratamento clínico para serem tratadas definitivamente. Ainda assim, há pessoas que passam por dores devido a condições diversas e não possuem muitas alternativas, a não ser aprender a lidar com elas.

Esse aprendizado precisa de um acompanhamento terapêutico, pois existe a possibilidade das pessoas não saberem lidar com seus sofrimentos, e isso pode resultar no surgimento de transtornos psicológicos. 

Uma alternativa para ajudar esses pacientes, diminuindo a necessidade de medicamentos, é o uso da auto-hipnose para reduzir as dores. Neste artigo, vamos explicar para você como a auto-hipnose funciona no corpo e as evidências científicas que comprovam a sua utilidade para ajudar nesse problema. Confira!

Por que a auto-hipnose pode ajudar no controle da dor?

A princípio precisamos entender que esse tipo de dor que acompanha os pacientes ao longo da vida é chamada de “Dor Crônica”. Apesar das dores não serem psicológicas, elas são uma interpretação de um estímulo, ou seja, elas “acontecem” no cérebro e isso torna possíveil a sua modulação, por meio da hipnose. Milton H. Erickson, o psiquiatra que revolucionou a hipnose, utilizava técnicas de auto-hipnose para aliviar as dores crônicas que sentia por causa da poliomielite.

Essa técnica vem do uso de sugestões para mudar a percepção da dor. Se a pessoa sem auto-hipnose, sente uma dor com uma sensação de “arder”, pela hipnose, ela pode experimentar mudanças na percepção daquele estímulo, para que seja apenas uma sensação diferente e mais leve. Com a prática a efetividade pode aumentar, sendo possível até não percebê-la. 

Além disso, as dores não crônicas, mesmo as mais intensas como a dor no parto, também podem ser aliviadas por meio da hipnose. Uma das explicações do porque a auto-hipnose tem esse efeito no corpo da gestante, é por causa tríade Medo – Tensão – Dor.

O medo causa uma reação de tensão protetora, que não é somente mental, mas também é uma tensão muscular. Quando a gestante entra no trabalho de parto e ela está tensa, o colo do útero tem dificuldades em dilatar para a saída natural da criança, causando a dor. Além disso, quando a mulher está em situações de dor, com o medo e a tensão, ela interpreta como uma situação de perigo, e isso pode intensificar o seu medo e sua tensão, gerando um círculo vicioso.

Essa mesma teoria da tríade pode ser utilizada para qualquer outro tipo de dor.


Explicação técnica

Se formos mais técnicos no assunto, podemos olhar as explicações de dois psiquiatras coreanos, que publicaram suas conclusões na US National Library of Medicine. De acordo com eles, o alívio da dor adquirido pela hipnose pode ser dividido em dois mecanismos: relaxamento físico e uma percepção alterada ou uma distração cognitiva. A tensão dos músculos, geralmente, é acompanhada pela ocorrência da dor. Quando há dor, a área que está sendo originada dessa dor, aumenta as tensões musculares da região, e isso a intensifica ainda mais. Mas quando a mente recebe sugestões de imagens que levam ao relaxamento físico, como estar “flutuando”, os músculos da região relaxam e a dor começa a diminuir.

Diferentes técnicas podem ser usadas para alterar a percepção do paciente. Pessoas que respondem menos as técnicas de hipnose, podem responder melhor as técnicas de distração, o que faz a concentração do paciente competir com as regiões do corpo onde ele esteja sentindo dor, fazendo com que não a sinta mais. Além disso, sugestões imagéticas também podem ter efeitos mais positivos em pessoas que têm pouca suscetibilidade à hipnose.

Já para pacientes com uma suscetibilidade maior com a hipnose, sugestões diretas para negar a região específica da dor, podem ser usadas. Por exemplo, a sensação de receber uma injeção de anestesia, é algo que pode espalhar por toda a área que a dor se concentra. Também pode sugerir que a dor é um “líquido ruim” que flui dentro do corpo, mas pode fluir para fora do corpo. 

Agora, você pode estar se perguntando: quais são as evidências científicas de que a hipnose realmente pode ajudar no controle da dor? Continue a leitura para encontrar essa resposta.

Quais são as evidências de que a auto-hipnose pode ajudar?

A hipnose já é recomendada pela OMS para tratamento de ansiedade, síndrome do pânico e insônia. Mas há um estudo da US National Library of Medicine, que mostra que a auto-hipnose pode ser usada como forma de tratar as dores crônicas. 


Neste estudo, ele demonstra que um grupo de pessoas que sentiam dores nas costas constantemente, passaram por um processo de sugestões utilizando a auto-hipnose por, pelo menos, três meses. Chegaram as conclusões por meio de formulários que foram preenchidos antes e depois do estudo pelo grupo de estudo, e notaram que houve uma redução da sensação das dores em 25%. Um resultado considerado significativo.

Se olharmos para um outro estudo, da Journal Of the American Psychiatric Nurses Association, ele mostra que o uso da hipnose para o alívio da dor tem se mostrado efetivo para os diversos tipos de dores crônicas, principalmente em adultos que responderam positivamente quando foram tratados com a hipnose, abaixando seus níveis de dor e melhorando a qualidade de vida. Também chegou se a conclusão que a hipnose pode ser uma forma mais eficiente que outras alternativas psicológicas para reduzir a dor.

Já a BMC Geriatrics, realizou um estudo sobre a efetividade da auto-hipnose em pessoas idosas para controle da dor crônica e chegaram a conclusão que a hipnose pode ser uma forma alternativa de controle da dor e ainda pode ser usada com acompanhamento de medicamentos.

Portanto, a auto-hipnose para reduzir as dores é uma forma alternativa que tem se mostrado eficiente para diferentes idades que possuem dores diferentes. Sendo, então, uma medicina alternativa para seus pacientes, por isso, é recomendável que antes de praticar qualquer tipo de tratamento pela hipnose, deve-se ter um diagnóstico clínico do paciente para entender a origem da dor.

E se você está procurando aprender hipnose, acesse a nossa agenda de cursos para fazer um treinamento oficial da SBH.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Mais conteúdos interessantes

Novidades

Mais acessados

Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos da Sociedade Brasileira de Hipnose.

Sim, eu aceito receber os conteúdos da SBH e compreendo que posso me descadastrar a qualquer momento.